Categoria: Hardware

Um Ano Sem Reboot

Não é para qualquer S.O. não, um ano rodando sem reboot é para poucos. E esta máquina não é nenhum server esquecido com meia duzia de acessos por dia não, trata-se de um server LAMP, que roda um sistema com acessos multiplos de 150 usuários por dia. Manipula uma base de dados com alguns milhões de registros e roda diversos serviços  em background madruga adentro.
Como meu trabalho depende 100% desta máquina, meus sinceros agradecimentos a equipe de desenvolvimento do Debian.

um_ano_sem_reboot

um_ano_sem_reboot

Anúncios

O Primeiro Web Server da história

A máquina abaixo foi o primeiro servidor web da história, usado por Tim Berners-Lee para hospedar o primeiro site da internet. O NeXTcube foi fabricado no início da década de 90 e na época era uma workstation high-end com seus 25 MHZ de clock em um processador 68040 da Motorola e de 16 a 64 MB de memória RAM. O sistema operacional era proprietário, o NeXTStep.

First_Web_Server

Tim trabalhava no CERN- Organização Europeia para a Investigação Nuclear, a internet já ra usada em diversos meios (militares e científicos principalmente), mas ainda era algo que demandava um certo trabalho, era possível acesso a computadores remotos via Telnet e transferência de arquivos via FTP, mas ainda não havia nela o conceito de Hipertexto, ou seja, documentos digitais (que incluem imagens e arquivos multimidia) acessiveis através de uma URL amigável e ligados a outros infinitos documentos. Este projeto disponibilizou uma rede de documentos que ficou conhecida como World Wide Web (www).

Tim esbanjou suas capacidades neste projeto, criou todas as ferramentas necessárias, o servidor web, o navegador, a linguagem de formatação de documentos (HTML), o protocolo (HTTP) e ainda o sistema de identificação (URI – Uniform Resource Identifier). Apenas o Hipertexto já era um conceito existente, ainda assim, Tim revolucionou ao unir o Hipertexto à Internet. E tudo de forma livre, nenhuma dessas ferramentas é proprietária, são todos padrões abertos. Segundo o próprio: “Eu só precisei tomar a ideia de hipertexto e conectá-la às ideias de Transmission Control Protocol (TCP) e Domain Name System (DNS) e – ta-da! – a World Wide Web”. Simples, não?

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Internet

http://pt.wikipedia.org/wiki/Tim_Berners-Lee

http://pt.wikipedia.org/wiki/World_Wide_Web

http://pt.wikipedia.org/wiki/NEXTSTEP