Categoria: Linux

Criptografando arquivos no Linux

Para criptografar arquivos no Linux basta digitar no terminal:


gpg -c arquivo.txt

O sistema pedirá para você digitar a senha e confirmar.
Será criado o arquivo arquivo.txt.gpg.

Para reverter o processo:


gpg arquivo.txt.gpg

Evidentemente existem opções avançadas que podem ser consultadas com:


man gpg

Convertendo avi com duas faixas de audio via ffmpeg

Na prática, o que é feito é extrair as duas faixas de audio, converter o video junto com o audio da trilha 1 e depois adicionar o audio da trilha 2, mas será que é possível fazer isso em uma unica linha de comando? Sim:


/usr/bin/ffmpeg -y -i "/media/dados2/filme.avi" -map 0:0 -map 0:1 -map 0:2 -f
dvd -target ntsc-dvd -r 29.97 -vf scale=720:480 -aspect 16:9 -vb 8000k -g 12 -mbd rd
-trellis 1 -flags +mv0 -cmp 0 -subcmp 2 "/media/dados2/filme.mpg" -newaudio

Análise do Debian 7 Wheezy

A última versão estável do Debian, a 7.0 ( Wheezy ) foi lançada no último dia 04/05/2013 e isso é sempre um grande acontecimento pois trata-se da principal distribuição em atividade hoje em dia, pois a maioria das distribuições tem origem no Debian, então quer vocẽ goste ou não da distribuição, é inegável que ela dita tendências.

No site oficial há uma descrição dos novos recursos (alguns muito interessantes como o suporte a multiarquitetura), mas ainda não tive tempo de testar, o que vou descrever aqui são as impressões que tive em 5 dias de uso no trabalho.

De cara, a grande suspresa é o ambiente gráfico padrão, muito se disse com relação ao Debian abandonar o Gnome e adotar o Xfce, etc, mas isso não aconteceu, o Gnome3 é o ambiente gráfico padrão da distribuição. Entretanto pode-se optar por usar o modo clássico (Gnome classic) na janela de login. Nesta opção tem-se um desktop muito parecido com o tradicional Gnome 2x. Se ainda assim não agradar é possível baixar dos repositórios KDe, Xfce, Lxde, etc, porém Mate, Cinnamonn e Unity não estão disponíveis, devem ser instalados apartir de repositórios de terceiros. O mesmo vale para softwares populares em outras distribuições como Skype, Firefox, Thunderbird, etc. Nesta questão dos repositórios o Debian continua o mesmo, sendo bem criterioso e permitindo apenas pacotes muito estáveis e que se adequam a sua política de licenciamento.

Estabilidade e performance continuam nota 1000, o sistema não trava e é muito rápido, mesmo rodando o Gnome Shell não ocorreram bugs e lentidão experimentadas em outras distribuições.

Também não temos nada de Upstart, Plymouth, Lightdm, e outras coisa que foram vistas em outras distribuições recentes. Tudo continua com a mesma filosofia de se fazer um sistema incrivelmente simples e MUITO estável.

Concluindo, o Debian continua sendo a paltaforma Linux universal, onde vocẽ tem a liberdadee de configurar o sistema que você desejar para a finalidade que precisar.

debian_7_wheezy

debian_7_wheezy

debian_7_wheezy

debian_7_wheezy

 

Acesso externo ao Mysql (bind-address)

Se você instalou o Mysql no Debian, Ubuntu ou derivados e esta tentando se conectar externamente (mesmo que seja pela rede local) deve estar recebendo uma mensagem de erro ‘_mysql_exceptions.operationalerror’ .

Para resolver este problema abra o arquivo my.cnf que está em /etc/mysql e comente a linha bind-address = 127.0.0.1.

Reinicie o mysql.

Evidentemente esta dica se aplica para os casos em que um usuário com acesso externo já esteja cadastrado no Mysql. Se ainda não tem, veja exemplo abaixo para adicionar o usuário “teste” com controle administrativo total quando logado no cliente “192.168.0.15”:

mysql> CREATE USER 'teste'@'192.168.0.15' IDENTIFIED BY 'senha';
mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO 'teste'@'192.168.0.15' WITH GRANT OPTION;

Razor-qt Desktop

Um novo projeto desktop tem chamado a atenção no mundo Linux, trata-se do Razor-qt, uma alternativa leve e simples ao KDE.
Inicialmente pensei até tratar-se de um fork do excelente KDE 3 (me confundi com o Trinity desktop), mas na verdade, trata-se de um novo ambiente desktop desenvolvido do zero, mas que também utiliza a lib QT.

Utilizei o Razor-qt no Mint 13, instalando-o atraves do seguinte PPA:

sudo add-apt-repository ppa:razor-qt

sudo apt-get update

sudo apt-get install razorqt

Repare que o Lightdm será instalado, mas mantive o Mdm com display manager padrão e o mesmo foi capaz de carregar o Razor-qt sem problemas.
Também instalei uma série de aplicativos QT para testar (Dolphin, Amarok, Okular, Konqueror, K3b, etc…)  pois é de conhecimento de todos que aplicações desenvolvidas em GTK perdem um pouco de desempenho quando utilizadas em um ambiente QT e vice versa.
Utilizando o ambiente percebemos que trata-se de algo bem espartano mesmo, mais até que o Lxde, porém bem mais bonito. O Razor-qt é composto apenas pelo ambiente desktop (painel, lançador de aplicações, sessão) e alguns poucos aplicativos de configuração, não há gerenciadores de arquivo, editores de texto, emuladores de terminais, e outras aplicações básicas que costumam compor até os ambientes mais básicos como Lxde e Xfce. Quanto ao desempenho estranhei o fato de ele consumir cerca de 100 MB de memória a mais que o LXDE executado na mesma máquina, chegando próximo do consumo do Mate, o que, teoricamente, não o torna uma boa opção para máquinas antigas, como promete no proprio site do Razor-qt.

Inicialmente ele foi executado com o Metacity como Window Manager e apresentou alguns travamentos. Então instalei o Kwin:

sudo apt-get install kde-window-manager
 

Reiniciando o ambiente com o Kwin, o mesmo tornou-se estável e ficou ainda mais parecido com o KDE, sem nenhuma perda de desempenho.

No geral, o ambiente já está bem evoluído e estável. Como imaginado, as aplicações QT são carregadas muito rapidamente e os programas GTK demoram um pouco mais. Acredito que o desktop encontrará seu nicho de usuários naquelas pessoas que preferem ou precisam utilizar aplicações QT específicas, mas acham o ambiente KDE pesado ou extenso demais. É muito bom ter mais uma opção de desktop enxuto e desta vez desenvolvido em QT. Isso só aumenta as já inúmeras opções do mundo Linux.

razor-qt

Ambiente Razor-qt com gerenciador de arquivos Dolphin e K3b

Um Ano Sem Reboot

Não é para qualquer S.O. não, um ano rodando sem reboot é para poucos. E esta máquina não é nenhum server esquecido com meia duzia de acessos por dia não, trata-se de um server LAMP, que roda um sistema com acessos multiplos de 150 usuários por dia. Manipula uma base de dados com alguns milhões de registros e roda diversos serviços  em background madruga adentro.
Como meu trabalho depende 100% desta máquina, meus sinceros agradecimentos a equipe de desenvolvimento do Debian.

um_ano_sem_reboot

um_ano_sem_reboot